Inovações que mudaram a Indústria: O VSAT Bidirecional

Corporativo


Na Hughes, realizamos pesquisas com nossos funcionários em todo o mundo para saber suas percepções sobre uma ampla gama de tópicos, incluindo as maneiras mais significativas pelas quais empresas, governos e operadoras de telecomunicações utilizam nossas tecnologias e serviços.

No topo da lista de inovações impactantes identificadas por nossos funcionários estava a invenção da VSAT Bidirecional (do inglês Very Small Aperture Terminal), o avanço comercial que inaugurou a era das redes empresariais e abriu caminho para o lançamento da banda larga via satélite para o consumidor.

Onde tudo Começou

Em meados da década de 1980, um grupo de engenheiros, incluindo Pradman Kaul, presidente da Hughes, criou o VSAT de banda Ku bidirecional, uma solução inovadora que prometia comercializar redes corporativas de satélite. Composto por uma antena (o “prato”), uma unidade externa e uma unidade interna, VSATs são estações terrestres bidirecionais que tornam possível transmitir e receber dados de satélite de qualquer lugar.

O primeiro cliente foi o WalMart, que escolheu essa nova tecnologia de satélite para conectar seus pontos distantes com comunicações integradas de voz, dados e vídeo com base na promessa de qualidade uniforme e custo-benefício em comparação com links terrestres. Embora exultante por ganhar um contrato tão significativo, a equipe nunca imaginou que sua invenção iria inflamar o que hoje é um negócio multibilionário de redes globais de satélite.

De acordo com Investopedia, a abordagem pioneira de Sam Walton significava que o WalMart podia gerenciar com eficácia seu vasto estoque em tempo real e reduzir os custos de entrega entre o depósito e as lojas. A escolha de alto risco do Sr. Walton foi elogiada pela Fortune Magazine como uma das 20 principais decisões de negócios estrategicamente importantes do século XX.

Estações Terrestres Inovadoras

Desde aquela implantação empresarial inicial, a tecnologia VSAT abriu caminho para empresas de todos os tamanhos e em todos os setores, públicos e privados.

 

  1. Setores Bancário e Financeiro - Hoje, grandes bancos usam VSATs para dar suporte a caixas eletrônicos (ATMs) e para servir de backup para redes com fio. A National Stock Exchange (NSE), da Índia, possui uma das maiores redes VSAT do mundo, apoiando transações NSE em áreas onde as opções com fio são limitadas ou indisponíveis.
     
  2. Varejo e Petróleo de Varejo- O WalMart pode ter sido o primeiro, mas muitos outros varejistas, postos de gasolina e restaurantes agora contam com VSATs para dar suporte às operações. As redes VSAT realizam dezenas de milhões de transações de cartão de crédito, possibilitam o pagamento na bomba e serviços de suporte, como caixas eletrônicos nas lojas, distribuição de filmes e sistemas de prescrição para farmácias.
     
  3. Resposta a Emergências e Desastres- Desde a Agência Federal de Gestão de Emergências dos Estados Unidos (FEMA) aos governos locais dos EUA, organizações não governamentais e empresas privadas, os VSATs ajudam a fornecer conectividade crucial durante as crises. A FEMA costuma usar VSATs em escritórios emergenciais de socorro para que os residentes em áreas atingidas pelo desastre possam acessar a Internet para entrar em contato com parentes e amigos preocupados e preencher os formulários necessários para solicitar ajuda e assistência. Essas soluções são essenciais para que as comunidades se recuperem após um evento como um furacão, terremoto ou incêndio florestal. Eles também são úteis em outras ocasiões, como quando as Nações Unidas na Síria dependiam de uma rede VSAT para realizar o trabalho humanitário.
     
  4. Educação- Os sistemas escolares e campi de todos os tamanhos precisam de acesso à Internet para apoiar o aprendizado em sala de aula, mas também o exigem para o aprendizado remoto - como evidenciado mais recentemente pela pandemia de COVID-19. Para escolas localizadas em áreas remotas ou rurais fora do alcance de DSL e cabo - como Reservas Nativas Americanas - o VSAT é a opção ideal. Na verdade, 50 mil escolas rurais em todo o mundo usam equipamentos VSAT da Hughes para fornecerem acesso à Internet. E a Anna University, localizada em Tamil Nadu, na Índia, escolheu uma solução VSAT para dar suporte à sua educação inovadora baseada em satélite interativo e ao uso de sua biblioteca digital.
     
  5. Banda larga em Comunidades Rurais- Juntos, equipamentos de VSATs e Wi-Fi alimentam pontos comunitário de acesso Wi-Fi que podem ser configurados prontamente em locais públicos. Quando instalado em escolas, centros comunitários, bairros ou pequenas empresas, os usuários acessam a Internet com um dispositivo portátil ou laptop com capacidade para Wi-Fi. Soluções compartilhadas como essa em escolas e centros comunitários em todo o México e no Brasil, por exemplo, atendem centenas de usuários, seja gratuitamente - com o gasto de capital por usuário muito menor do que uma implantação de banda larga dedicada - ou em uma base baixa por uso.

Talvez a mais profunda de todas as aplicações da tecnologia VSAT seja aquela que ninguém poderia ter imaginado em 1985: a invenção da Internet via satélite para o consumidor, que hoje permite que milhões de famílias em todo o mundo acessem a Internet.

Na Hughes, nossos engenheiros continuam a inovar para o benefício dos consumidores, empresas e governos em todo o mundo, e estamos apenas começando.

 

Compartilhe

veja mais


Os cookies armazenam informações sobre sua navegação em nosso site para que ela seja mais personalizada. Se você optar por bloqueá-los algumas funcionalidades poderão não funcionar. Clique aqui e saiba mais .

Fechar